Presença digital: O que é? Como obter?

Conseguir aparecer na internet  e também ser reconhecido, respeitado e admirado é o objetivo de toda empresa que deseja atingir o novo perfil de público do nosso século. Um público que possui um comportamento diferente, que utiliza frequentemente a internet como fonte de informação tanto para a seleção e compra de produtos e serviços quanto para adquirir conhecimento ou se relacionar com outras pessoas.

Para se conquistar uma boa presença digital, além da marca propriamente dita, é importante entender e explorar os 4 pilares nos quais ela se baseia:

1-      Posicionamento – como a marca quer ser vista

2-      Conteúdo – como a empresa vai conquistar e se aproximar do seu público alvo. É a maneira como ela criará relevância, admiração e confiabilidade nos meios digitais.

3-      Relacionamento – como sua empresa vai interagir com seu público alvo e entregar aquilo que ele necessita

4-      Monitoramento – constante, de todas as ações e interações, buscando sempre maior conhecimento do seu público alvo

No universo digital, povoado por milhares e milhares de outras empresas que também estão buscando atingir o público internauta, é preciso construir e manter  a melhor presença digital possível. Para isso será necessário empregar uma série de ações que promovam maior visibilidade da sua marca e permitam interação com o publico alvo, como as que listamos a seguir.

Site da empresa

Antes de sair por aí lançando campanhas nos meios digitais é preciso estar com a casa em ordem. É preciso ter a sua “filial” digital que no caso seria o site da sua empresa. Seu site deve ser estruturado conforme as melhores práticas da web, ser responsivo, permitindo adequação do layout em outros formatos de equipamentos eletrônicos e deve também prever uma série de ações de conversão.

Conteúdo

As pessoas estão cansadas de conversarem com vendedores e ficarem com a sensação que tudo que ouviram não passou de “papo de vendedor”. Isso faz com que as pessoas cada vez mais busquem por informações e elas mesmas tirem suas próprias conclusões. Então você precisa estender sua mão à elas e oferecer um conteúdo realmente que ajude-as a esclarecerem suas dúvidas.

Os conteúdos do Inbound Marketing são relacionados ao contexto em que seu negócio está inserido e não à promoção de seus produtos diretamente. Por exemplo, se você é uma empresa que vende assinatura de arranjos florais, você não irá criar um conteúdo sobre os arranjos maravilhosos que você cria e oferece no formato de assinatura mensal, mas irá criar um artigo com um reflexão sobre como os arranjos florais passam uma energia positiva para as pessoas que frequentam o mesmo espaço e que isso pode influenciar positivamente nos contratos ali negociados (estou supondo isso). Ficou com vontade de contratar arranjos de flores depois disso? Essa é a intenção.

SEO – Otimização para sistemas de buscas  

Os sistemas de buscas (Google, Bing, Yahoo, etc) varrem a internet através de robôs para indexizar o conteúdo existente da rede.

Cada buscador tem sua página para que seja cadastrada a nova página criada para seu conteúdo, mas essa indexação pode ocorrer naturalmente (pode demorar alguns dias) desde que algumas das páginas já existentes incluam um link para sua nova página contendo seu conteúdo.

Uma vez que o sistema de busca encontra sua página, ele a cataloga dentro do seu algoritmo com base nas palavras-chaves que ele identifica no seu conteúdo. Com base nisso, criou-se o SEO (Search Engine Optimization), um conjunto de regras que, uma vez seguidas, otimizam seu posicionamento nos resultados de buscas orgânicas.

Blog

Toda empresa precisa ter sua própria fonte de geração de conteúdo permanente e nada melhor do que um blog bem elaborado, com diferentes classificações de assunto para resolver esta questão. Seu blog precisa ser periodicamente alimentado com novas informações e precisa ser construído obedecendo alguns padrões digitais que permitirão uma melhor classificação da sua empresa nos sites de busca.

E-mail marketing

É um excelente canal de comunicação que permite a entrega de diferentes conteúdos, novos ou complementares. Através do e-mail marketing é possível promover e fazer crescer o relacionamento entre marca e público alvo.

Redes sociais

Algumas empresas optam por terem apenas uma página no Facebook e não um site, o que também é possível, dependendo do segmento de atuação. Presença em outras redes sociais também deve ser considerada, conforme adequação. É importante entender que mesmo que você não seja uma pessoa que navega nas redes sociais, que o mundo age desta forma. O mundo está cada vez mais digital, as pessoas se comunicam cada vez mais através dos meios digitais e é fundamental estar presente nas redes sociais. Elas promovem maior visibilidade  da sua marca além de gerarem divulgação espontânea e gratuita.

Google Ads

Permite a divulgação de campanhas/anúncios e uma rápida e ampla divulgação da sua marca para um público segmentado/qualificado, através das ferramentas do Google.

Inbound marketing

Com a chegada da era digital e o enorme e cada vez maior volume de informações disponíveis para todos, o antigo consumidor passou a ter mais condições de questionar sobre os produtos e serviços oferecidos, se informar sobre eles, compará-los com os concorrentes  e similares e escolher com muito mais propriedade qual deles seria o ideal para o seu desejo ou necessidade.

É um novo momento, que chamamos de “inbound marketing” ou marketing de entrada, na qual o consumidor busca pela marca de sua preferência,  muito mais motivado e consciente da sua escolha.

É o momento no qual a missão do marketing é ouvir o consumidor e entregar a solução para o seu problema.